Previdência Privada

Como planejar a aposentadoria sendo um microempreendedor (MEI)?

fevereiro 4, 2019
Tempo de leitura 5 min

Muitas pessoas têm o sonho de ter o próprio negócio. Para facilitar que isso aconteça, uma modalidade, conhecida como MEI, foi criada para formalizar e regularizar os microempreendedores individuais. Contudo, uma grande dúvida que ocorre entre eles é como planejar a aposentadoria.

Afinal, ter um planejamento eficaz é indispensável para qualquer negócio, mas é importante ter a consciência de que isso também é válido para a vida pessoal e a aposentadoria deve ser uma dessas preocupações.

Pensando nisso, elaboramos este texto para que você entenda os principais pontos em relação à aposentadoria para o MEI e, dessa forma, possa se planejar adequadamente e sem medo. Confira!

Quais são os critérios para se enquadrar como MEI?

Entre os requisitos para se enquadrar como microempreendedor individual estão:

  • ter o faturamento anual de até R$ 81 mil reais;
  • não ter sociedade com nenhuma outra pessoa ou empresa;
  • exercer alguma das atividades permitidas, disponíveis no Portal do Empreendedor-MEI.

Quais são os benefícios previdenciários fornecidos ao MEI?

Para saber como planejar a aposentadoria é necessário conhecer os benefícios previdenciários no qual o MEI tem direito, são eles:

  • salário-maternidade;
  • pensão por morte;
  • auxílio-doença;
  • auxílio-reclusão;
  • aposentadoria por invalidez;
  • aposentadoria por idade.

Os garantidos para os beneficiários são:

  • pensão por morte;
  • auxílio-reclusão.

O tempo de contribuição vai variar da seguinte forma:

  • salário-maternidade: 10 meses de contribuição;
  • pensão por morte: 24 meses de contribuição;
  • auxílio-doença: 12 meses de contribuição;
  • auxílio-reclusão: 24 meses de contribuição;
  • aposentadoria por invalidez: 12 meses de contribuição;
  • aposentadoria por idade: 180 meses de contribuição.

Quais são os requisitos para que o MEI possa se aposentar?

O MEI tem algumas vantagens quanto às contribuições previdenciárias. Entre elas, a contribuição reduzida que é de 5% para o INSS, que incide sobre o salário mínimo e deve ser feita por meio da guia própria (DAS-MEI), emitida no Portal do Empreendedor.

Ao pagar mensalmente sua contribuição, o MEI garante sua aposentadoria pelo INSS no futuro, mas será que esse valor que você irá receber é o suficiente para garantir uma aposentadoria tranquila?

Vamos detalhar os tipos de aposentadoria e os valores que você irá receber para que possa fazer essa avaliação.

Auxílio-doença e aposentadoria por invalidez

Pede-se 12 meses de contribuição, contados a partir do primeiro pagamento em dia. Nas situações de acidente de qualquer natureza ou caso ocorra alguma das doenças definidas em lei, esses benefícios serão concedidos, independentemente de carência.

Aposentadoria por idade

É aquela que você adquire ao completar 60 anos, se mulher, ou 65 anos, se homem, desde que tenha o mínimo de 180 contribuições, ou seja, 15 anos pagando o DAS-MEI. Mesmo que o indivíduo cesse sua contribuição por um período, as contribuições para a aposentadoria não se perdem e sempre serão computadas para o benefício.

Aposentadoria por tempo de contribuição

Como o MEI recolhe um valor reduzido para o INSS, ele, em regra, não tem direito à aposentadoria por tempo de contribuição como os demais contribuintes do INSS que podem se aposentar com 30 anos de contribuição se for mulher, e 35 anos para homens.

Mas há uma forma permitida pelo INSS, que é de fazer um recolhimento complementar mensal à Previdência de mais 15% sobre o salário mínimo, com os juros moratórios a ser feito em uma das agências da Previdência durante o mesmo período, 30 ou 35 anos.

Valor a ser recebido

Em todas as opções acima apresentadas o valor a ser recebido será o mesmo, 1 salário mínimo por mês. A opção pelo MEI facilita a aposentadoria por idade para quem é autônomo, mas é importante observar que, por conta da contribuição reduzida de INSS de 5%, o valor que você irá receber possivelmente não será suficiente para garantir uma boa qualidade de vida na sua aposentadoria se você contar somente com esse recebimento.

Por isso a alternativa é contar com o recebimento de uma contribuição complementar de um plano de previdência privada!

Previdência Complementar Privada

A Previdência Complementar foi criada exatamente com esse objetivo, de garantir que você não perca seu poder de compra e sua qualidade de vida quando se aposentar.

Neste caso, se você for um associado do CRA-DF ou da ANABB poderá usufruir de um excelente benefício ao contratar um plano de previdência da ANABBPrev.

Esse benefício exclusivo, é fruto da assinatura de um convênio entre o CRA-DF e a ANABBPrev para permitir que todos os associados do CRA possam estar seguros na hora da aposentadoria.

Então, administrador, não perca tempo e pense no seu futuro fazendo um plano de previdência complementar. Com apenas R$ 85,00/mês você consegue contratar um plano e dobrar sua renda.

Com essas informações ficou mais fácil para o MEI saber como planejar a aposentadoria, né?

A Previdência Social (INSS) é um direito de todos, porém, somente ela não te dará uma condição tão vantajosa no futuro.

Gostou deste conteúdo? Acesse as nossas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas publicações. Estamos no  Facebook  e  Twitter!

E entre em contato com a gente para tirar suas dúvidas e fazer seu plano de previdência, clique aqui no link para saber mais.

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário